Sai e conta as estrelas do céu

Visitei há pouco tempo algumas tias da Vanessa que moram no interior de São Paulo, numa pequena cidade chamada Jales, e um pequeno povoado com menos de 2.000 habitantes chamado Dirce Reis. Cidades tranquilas, comida saborosa, povo muito acolhedor. Além do fato de estar passando algumas situações bastante difíceis, a tranquilidade de estar num lugar silencioso para mim que vivo na correria e agitação de São Paulo, foi uma verdadeira benção por si só. Mas o que me chamou atenção foram as noites naquele lugar. Por estar muito longe de qualquer centro urbano, a poluição em Jales é só uma lembrança e a luminosidade da cidade em si, muito pequena, de forma que nem um nem outro atrapalhavam a vista do céu. E que céu! Acho que poucas vezes em minha vida vi um céu tão estrelado. Chega ser possível ver pequenas manchas esbranquiçadas no meio do firmamento, onde a concentração de estrelas era maior. Com todas as dificuldades que tenho experimentado, foi impossível não lembrar da promessa de Deus a Abraão:

Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência. Gn 15,5

Percebi que as vezes precisamos de retiros. Precisamos sair do “olho do furacão” de nossos problemas. Deixar a cidade onde nos sentimos seguros, ficar distante do que chamamos de vida, luz, segurança, problemas; e nos encontrar com Deus. Lembrar que Ele é o autor por trás de toda a existência e com ele obtemos a direção segura para nossa caminhada. Eu tenho experimentado isso de olhar para o céu e ver mais do que estrelas. Olho para o céu e vejo a apólice de seguro de que as promessas de Deus são para minha vida hoje, e que de certo se realizarão, não como profecias mágicas, mas com a obviedade das leis da física, estabelecidas pelo mesmo criador. Olho para o céu e tenho a certeza de que não estou sozinho. Esse Deus pode não resolver os meus problemas como um secretário executivo, mas certamente estará ao meu lado quando eu os tiver de resolver, me inspirando e dizendo “conta as estrelas do céu”.

Juliano Pozati

Artigo originalmente publicado no blog DuasAsas.com


Publicitário e mercadólogo. Nasceu em 12 de janeiro de 1983 em Jundiaí, interior de São Paulo. Trabalha na Pozati Comunicação, agência especializada em comunicação integrada. Cresceu em família católica e sempre foi um membro atuante na igreja local. Cursou teologia bíblica e pastoral pelo Centro Catequético Diocesano de Jundiaí. Hoje mora em São Paulo com sua esposa e Dudu (um schnauzer branco, parte da família) e é membro da IBAB – Igreja Batista da Água Branca. Escreve regularmente para o blog

http://www.duasasas.com

No Twitter: http://twitter.com/julianopozati

Anúncios

Publicado em 20/02/2010, em Cura Interior e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: