saiba.ganhar.presentes

A cara azeda com mal jeito, o sorriso amarelado pela frustração, os saltos indevidos, a risada indiscreta. Sejam porque são bons demais, porque são menos do que esperamos ou porque são exatamente o que precisamos, a verdade é que não sabemos ganhar presentes.

Quem jamais teve uma reação inesperada ao receber algo em uma data especial? Quem já não magoou o presenteador por uma cara de desgosto e quantos de nós já não nos magoamos sendo presenteadores? Quantos de nós não vimos ou sentimos na pele o embaraçoso momento do presentear, onde nunca o dar se aproximasse do receber em valor?

E hoje, meditando sobre alguns textos da palavra, pude perceber que não estamos sozinhos na triste função do presentear.  Na metáfora, usada pelo profeta Ezequiel, o Senhor passa por uma criança rejeitada, uma criança que não merece carinhos ou apreço e que é largada à beira da estrada e a acolhe, como que sendo sua, lhe dando tudo o que precisa para crescer saudável e próspera.

Num momento seguinte o Senhor encontra-se novamente com essa criança, que aqui representa o povo de Israel, ela já está adulta e o Senhor então lhe toma por esposa, lhe dando todo o amor e fazendo com ela uma aliança, dando-lhe roupas, jóias e tudo o que uma mulher precisa e deseja.

Mas a noiva não sabe lidar com os presentes que recebe:

Correu a tua fama entre as nações, por causa da tua formosura, pois era perfeita, por causa da minha glória que eu pusera em ti, diz o Senhor Deus. Mas confiaste na tua formosura e te entregaste à lascívia, graças à tua fama; e te ofereceste a todo o que passava, para serdes dele. Ez 16.14-15

A noiva, ao invés de ser agradecida por aquilo que havia recebido do Senhor, ao invés de honrá-lo com amor, dignificá-lo com sua companhia, usa todos os presentes para conseguir se aproximar de outros homens. É uma mulher que ao receber presentes do marido os usa para adulterar com outros homens.

E o mais triste dessa história é saber o quanto parece com nossas vidas.

Renegados, massacrados pela vida, expulsos do colo de quem amamos, nós chegamos ao mundo sofrendo. E o Senhor nos abraça. Ele nos dá todo o conforto e comodidade que precisamos para crescer. Nos capacita com dons e talentos para que saibamos sobreviver em dignidade e honra entre os homens, ajudando-os e lhes dando nosso braço de companhia, mas nós ferimos ao Senhor.

Ferimos quando não aceitamos quem somos e usamos aquilo que Ele nos deu para ferir nosso irmão, para gerar competições infundadas e crimes contra nossos iguais. Usamos dons musicais para shows de talento, utilizamos a profecia para gabar-nos de nós mesmos, usamos a liderança para ludibriar e roubar os que nos seguem.

Somos adúlteros.

Adúlteros porque entregamos o dom que o Senhor nos concedeu para ferir nosso irmão e assim, enquanto fingimos estar satisfeitos com o nosso Senhor, servimos a outro deus: nós mesmos. Adúlteros porque entregamos o melhor não a quem merece, mas o guardamos debaixo de nosso ego para satisfazer prazeres carnais como egocentrismo, luxúria, ganância e glutonaria.

E, ao sermos adúlteros, nos tornamos como aqueles que não sabem receber presentes. Talvez porque o queiramos por méritos e a Graça não nos seja compreensível. Talvez porque simplesmente somos maus e indignos.

Mas a verdade, apesar de tudo isso, é que o Senhor nos presenteou. Ele te deu a vida, a alegria do respirar e a esperança do amar e, mesmo que você não esteja sabendo lidar com esses presentes que Ele lhe deu, Ele deseja firmar com você uma nova aliança, agora que você já sabe dos seus erros, uma aliança eterna (Ez 16.60).

Saiba ganhar presentes, aceite as bençãos de Deus em sua vida sem usá-las para ferir o próximo e assim, agrade aquele quem lhe proporcionou todas as coisas.

Que Deus o abençoe!

Anúncios

Publicado em 18/04/2013, em Cura Interior, Palavra, Textos e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: